[GTER] RES: RES: RES: RES: Problemas na Embratel ?

Toledo, Luis Carlos lscrlstld em gmail.com
Sexta Novembro 7 00:42:02 BRST 2008


> >> Tecnicamente, a briga envolvendo o FCC e um MSO grande nos 
> USA, para 
> >> comprovar que faziam coisas 'ilegais', nao demorou anos, nem o 
> >> problema era o shaping, e sim packet forging, eles 
> 'inseriam' pacotes 
> >> falsos no trafego.
> >>     
> >
> > Olá Júlio, só por curiosidade.
> > Qual o objetivo em inserir pacotes falsos no tráfego nesse 
> caso em questão?
> > DDOS?
> >
> > --
> >   
> 
> Disclaimer, eu sou da arbor, que e' competidor neste caso, 
> portanto, take with a grain of salt :-)..
            -------------------------
É sr julio, assim como eu vc deve ter mais de 40...

> Se os dispositivos em questao nao fazem forward wire-rate de 
> pacotes, nao podem ser colocados inline (ou, ate que pode, so 
> que se colocados, devem gerar impacto de jitter/latencia e 
> perda de pacotes).
> Por esta limitacao, existem solucoes que funcionam 
> "not-inline", para controlar trafego P2P.
> Funciona ate de maneira 'interessante' para as pessoas tecnicas..

Interessantíssimo! Fo sizzle my nizzle.

> Ao detectar que um subscriber esta iniciando sessoes P2P, por 
> meio de um port mirroring para 'analisar' o trafego, os 
> dispositivos podem mandar pacotes fabricados de RESET para 
> ambos os lados da conexao P2P.
> Com isto, as sessoes P2P do subscriber vao ser cortadas, e o 
> trafego 'controlado'. O problema e' que voce 'gerou pacotes 
> em nome do cliente e do outro lado da sessao p2p'...

If he only knew...




More information about the gter mailing list