[GTER] Esqueça a Internet, Senador.

Hamilton Vera hamilton em i2.com.br
Quinta Maio 24 10:17:06 BRT 2007


Que bacana, vou dar carteirada em todo mundo la´ no servico.

Mas acredito que felizmente, essa historia nao vai para frente.

Hamilton Vera
int Administrator (char Network[],char ComputationalSystems[]);
http://antispam.br/
"Google is my shepherd, no want shall I know"

On Thu, 24 May 2007, Gustavo Molina wrote:

> Esqueça a internet, senador!
>
> Mais uma vez, o Brasil está atrás da China. Enquanto lá o policia-
> mento da internet já chegou a um estágio superior de censura, aqui
> estamos dando apenas os primeiros passos para ter tudo 100% patru-
> lhado.
>
> Mas o senador Eduardo Azeredo, do PSDB mineiro, já tem a fórmula
> pronta para tirar a web brazuca desse atraso: basta liberar os pro-
> fissionais de segurança de TI para agir como vigilantes no ataque a
> hackers e transformar todos os provedores de acesso em informantes
> compulsórios da polícia. Tudo sem pedir qualquer ordem judicial, é
> claro. Afinal, quem vai querer lidar com essa chateação que é a
> Justiça?
>
> Se é fraude em banco do crime organizado ou P2P de um adolescente,
> não importa: delação obrigatória, por lei. O projeto do senador está
> para ser votado no Congresso. Se for aprovado, muita gente de TI vai
> ganhar uma estrela de xerife.
>
> Os detalhes você pode ver numa matéria da jornalista Elvira Lobato
> na Folha de S. Paulo de hoje. Pela segunda vez, ela dá os elementos
> para discutir o que se arma em Brasília contra a internet.
>
> O conceito atrás de tudo é a prevenção do crime. Lembra muito as
> bases do conceito de guerra preemptiva do governo Bush no Iraque: se
> o perigo é iminente, vamos invadir e atacar. Se for preciso sacri-
> ficar inocentes, o que se pode fazer? Guerra é guerra. Cada país
> tem o Paul Wolfowitz que merece, e o nosso Wolfowitz encarnou na
> internet...
>
> O senador Eduardo Azeredo já fez propostas que transformavam a inter-
> net num imenso cartório burocrático e autoritário. Seu projeto sub-
> mergiu diante das críticas, tirado de circulação por um lance diplo-
> mático do senador baiano Antônio Carlos Magalhães, do PFL, ops,
> Democratas.
>
> Agora, supostamente melhorado, o projeto volta à tona, substituindo
> as primeiras idéias liberticidas por outras idéias diferentes, mas
> igualmente liberticidas. É uma pena que projetos de uma lei tão ne-
> cessária essa, contra o crime digital, comecem, em primeiro lugar,
> por ameaçar as liberdades mais básicas. Isso é o melhor que se pode
> fazer? Eu preferiria imitar a China em suas qualidades, e não em
> seus defeitos.
>
> [INFO Online, Blog da Sandra Carvalho - 23/05/2007]
>
> ---
> Gustavo Molina - gustavo em molina.com.br
> --
> gter list    https://eng.registro.br/mailman/listinfo/gter
>


More information about the gter mailing list