[GTER] Re: [GTER] [Fwd: Recurso de Multas de

Reinaldo Penno reinaldo_penno em nortelnetworks.com
Quinta Abril 4 14:03:01 BRT 2002



>-----Original Message-----
>From: Manta, Marcelo [BLMES:0B70:EXCH] [mailto:manta em ieee.org]
>Sent: Thursday, April 04, 2002 8:58 AM
>To: gter em eng.registro.br
>Subject: Re: [GTER] Re: [GTER] [Fwd: Recurso de Multas de
>
>
>Claus,
>
>Enquanto a medição do tráfego não seja impossível (assumindo algum
>mecanismo como o Netflow, o que não é exatamente uma feature super
>popular), o problema parece estar na cobrança propriamente dita.
>
>Ou seja, a maioria espera que essa nova maneira de cobrar por acesso
>Internet funcione em real-time. Isto significa que os sites dispostos a
>pagar para os usuários acessarem e os ISPs dispostos a cobrar dos sites
>ao invés do usuários (se for o caso) tem que se encontrar em 
>algum lugar
>do ponto de vistar de billing.

As for realtime billing goes, there are at least 5-6 new companies working
on content billing just for wilress. 

>
>Esse lugar seria algum tipo de clearinghouse que consolidaria o
>faturamento entre as partes envolvidas. Se não você acaba com um
>problema O(n2).

There is something about this already on the IETF
http://www.ietf.org/html.charters/cdi-charter.html

>
>O iPass poderia ser um exemplo de clearinghouse. Alguem sabe como
>funciona o faturamento entre ISPs (quem paga e quem recebe) no caso do
>iPass?
>
>Claus Rugani Topke wrote:
>> 
>> At 00:21 4/4/2002 +0200, you wrote:
>> >Na verdade não é tão utópica.
>> >
>> >Aqui na Europa onde as operadoras wireless estão sentadas 
>em 130biEUR de
>> >dívida a criatividade está em alta.
>> >
>> >Muitas dessas empresas estão trabalhando em sistemas para 
>tarifação por
>> >conteúdo. Não somente do usuário, mas também do site.
>> >
>> >Por exemplo digamos que a operadora celular quer aumentar o uso dos
>> >serviços de dados e que alguns sites querem enviar propagando para
>> >usuário de wireless. A operadora pode então cobrar do site 
>pelo acesso
>> >feito pelo usuário e aí o usuário tem um acesso grátis.
>> >
>> >Isso requer um protocolo novo e já existem várias iniciativas
>> >trabalhando nessa área.
>> 
>> Site MUITO interessante sobre Accounting:
>> http://ing.ctit.utwente.nl/WU5/D5.1/index.html
>> 
>> RETIRADO DO SITE:
>> "...some operators predict that in a few years from now 
>transport of IP
>> traffic will become so cheap, that operators will no longer 
>charge for
>> transport. Instead these operators expect to earn their 
>money by selling
>> (value added) services, and include in the price of these 
>services the
>> costs of transport. However, service providers that do not 
>have a transport
>> network can offer their services at lower prices, since they 
>do not have to
>> earn back the investment in a transport network. Because of 
>the lower price
>> for their services, these service providers will attract 
>more customers,
>> and the operators that have to add the price of transport to 
>their services
>> will be out of business.
>> The question is now if the assumtion by these operators is 
>correct. ..."
>> http://ing.ctit.utwente.nl/WU5/D5.1/Questions/
>> 
>> A implementação disso utilizando NETFLOW não é difícil, já fiz várias
>> implementações...
>> Vejam detalhes em:  
>http://ing.ctit.utwente.nl/WU5/D5.1/Technology/netflow/
>> 
>> [],
>> Claus
>> 
>> >Claus Rugani Topke wrote:
>> > >
>> > > At 14:37 3/4/2002 -0300, you wrote:
>> > > >Falou Claus:
>> > > > >
>> > > > > Eu também quero um canal de "propaganda" por $200,00 
>por mês, onde eu
>> > > > posso
>> > > > > atingir milhões de pessoas todos os dias !!!!
>> > > > > É mais barto do que qualquer meio de divulgação de massa !
>> > > > >
>> > > > > Se houvesse um sistema de tarifação por conteúdo, do tipo:
>> > > > > - WEB client ( free);
>> > > > > - WEB server ( $X por bytes );
>> > > > > - SMTP enviado ( $Y por bytes);
>> > > > > - Outros serviços ( $W por bytes);
>> > > > >
>> > > > > Talvez seja uma solução "utópica", mas na verdade 
>seria a única
>> > realmente
>> > > > > justa !
>> > > > > Filtros são uma solução que eu chamaria de anestésica...
>> > > >
>> > > >o problema de qualquer tipo de bilhetagem é que ela 
>custa caro. porisso é
>> > > >que todos os meios de comunicação, de celular a acesso 
>à Internet,
>> > preferem
>> > > >adotar 'flat-fees'. mas concordo que por aí ataca-se a 
>vantagem do SPAM
>> > > >e ele se torna menos viável.
>> > >
>> > > É verdade !
>> > > A tarifação por conteúdo ainda é utópica !!!
>> > > Talvez filtros de aplicação como você sitou sejam razoáveis:
>> > > "...Listas de controle de acesso nos roteadores e/ou 
>'policy routing'
>> > > empurrando as conexões para
>> > > portas smtp externas para o ponto de controle fazem a 
>mágica. Controles
>> > > quantitativos (número de RCPT's, banda, etc.) a completam. "
>> > >
>> > > Claus
>> > >
>> > > >Danton
>> > > >--
>> > > >GTER list    http://eng.registro.br/mailman/listinfo/gter
>> > >
>> > > --
>> > > GTER list    http://eng.registro.br/mailman/listinfo/gter
>> >
>> >--
>> >Marcelo Manta
>> >Barcelona Technology Center
>> >manta em nortelnetworks.com
>> >phone: +34 67 699-5921 (ESN 746)
>> >--
>> >GTER list    http://eng.registro.br/mailman/listinfo/gter
>> 
>> ______________________________________
>> Claus Rugani Töpke
>> claus em kerntec.net
>> Kern Technologies do Brasil LTDA.
>> Rua Lauro Müller, 116/606 Torre Rio Sul
>> +55-21-7815-9001
>> +55-21-2542-2000
>> ______________________________________
>> 
>> --
>> GTER list    http://eng.registro.br/mailman/listinfo/gter
>
>-- 
>Marcelo Manta
>Barcelona Technology Center
>manta em nortelnetworks.com
>phone: +34 67 699-5921 (ESN 746)
>--
>GTER list    http://eng.registro.br/mailman/listinfo/gter
>
-------------- Próxima Parte ----------
Um anexo em HTML foi limpo...
URL: <http://eng.registro.br/pipermail/gter/attachments/20020404/51b5a71a/attachment.html>


More information about the gter mailing list