[GTER] assuntos para o GTER

Leandro Bertholdo berthold em penta.ufrgs.br
Terça Abril 2 10:38:00 BRT 2002


Bem,
La em 1996, tive uma conversa informal sobre esse assunto
e as informacoes que obtive foram:

1) A criacao de qualquer "lista negra" ou qualquer forma de rotular
pessoas ou instituicoes é proibida no Brasil.

2) No entanto, existe uma brecha, que é onde o SPC funciona...
O Servico de Protecao ao Credito tambem eh uma blacklist,
mantida por uma associacao com aparo legal.
Se nao me engano a ideia é "nós associados criamos um banco
de dados, ele é privado e somente para os socios". Até onde aprendi,
quaisquer cadastros podem ser mantidos por uma associacao ou
entidade, desde que nao sejam publicos.

Abracos,
Leandro M Bertholdo

At 10:03 2/4/2002 -0300, you wrote:
>More 2 cents
>
>At 07:40 02/04/2002 -0500, you wrote:
>
> >On Tue, 2 Apr 2002, Marcus Grando wrote:
> >
> >>         Sobre o item 2.
> >>
> >>         Uma ideia era criar uma lista negra brasileira.
> >
> >xiiiiiiiiiii... pelo visto você não conhece nem 0,0001% do que já
> >aconteceu no Brasil quando existia uma "lista negra" efetivamente.
> >
> >Fico aqui imaginando:
> >
> >Se por ter apenas "divulgado" o fato de que um provedor entrou na RBL um
> >certo movimento já foi caçado, cassado e excomungado, o que não teria
> >acontecido se o bloqueio tivesse sido feito pelo movimento...
>
>Estava sim na terra quando isso aconteceu, achei o cumulo, mas isso nos 
>prova que tem que ser uma coisa bem feita.
>
>Se tiver amparo legal tem porque funcionar sim, mas se vier um juiz e 
>mandar desligar o servidor, pois esta ferindo o provedor ao colocar ele na 
>lista, nao vai funcionar nunca. Isso eh o caso onde varias outras lista 
>negras estao fechando.
>
>Alguem conhece algum amparo legal para tal feito?
>
>
> >Com relação à lista negra efetivamente, o grupo SPAMBR tem uma DNSBL para
> >os blocos de dial-up, no mesmo estilo da MAPS DUL, porém gratuita (as
> >listas da MAPS tornaram-se pagas recentemente).
> >
> >>         Onde pelo menos os maiores provedores brasileiros estariam
> >> empenhados em manter essa lista, pois sem esses nao teria o porque de
> >> existir essa lista.
> >
> >Provedor brasileiro está empenhado em sobreviver. SPAM só se torna um
> >fator de preocupação quando alguém reclama com a MAPS RBL. Enquanto
> >ninguém reclama, o provedor vai toreando o reclamante e levando a coisa
> >pra frente...
> >
> >>         Se pelo menos eles estivessem empenhados em colocar os IPs
> >> "dial-up / DSL" diminuiria razoavelmente o numero de SPAM.
> >
> >São RARÍSSIMOS os provedores que se preocupam em "alocar" (decentemente)
> >seus reversos de forma a facilitar o bloqueio dos direct-deliveries. O
> >único que mantém uma lista atualizada e pede para incluir os novos
> >reversos que cria é o Terra. A cada nova "variante" criada ele solicita a
> >inclusão. O resto temos que descobrir "na marra".
>
>Se tivesse alguma definicao e alguma coisa pratica, legitimamente 
>brasileira, acho que teriam mais "vontade" dos provedores de cadastrarem 
>isso. Nao sei se talvez o grande descaso nao venha por causa do 
>desconhecimento das RFCs ou mesmo da preguica de ler alguma coisa em 
>ingles, como jah vi algumas pessoas falando.
>
>Nao creio que eles tambem gostem de receber SPAM, e quando a agua bate na 
>bunda eles aprendem a nadar, nao eh?
>
>
> >--
> >GTER list    http://eng.registro.br/mailman/listinfo/gter
>
>
>--
>Marcus Grando
>(marcus at big dot univali dot br)
>
>--
>GTER list    http://eng.registro.br/mailman/listinfo/gter




More information about the gter mailing list