[GTER] assuntos para o GTER

Marcus Grando marcus em big.univali.br
Terça Abril 2 09:17:01 BRT 2002


        Sobre o item 2.

        Uma ideia era criar uma lista negra brasileira.
        Onde pelo menos os maiores provedores brasileiros estariam empenhados em manter essa lista, pois sem esses nao teria o porque de existir essa lista.
        Se pelo menos eles estivessem empenhados em colocar os IPs "dial-up / DSL" diminuiria razoavelmente o numero de SPAM.

        Sobre o item 3.

        Isso nao seria por causa do grande IE? Que acho que ele tem por padrao o que ele quer.

Abracos

At 08:49 02/04/2002 -0300, you wrote:

>Caros,
>
>Quero por em discussão neste forum três assuntos que cabem no assunto
>'engenharia de redes', mais propriamente nas camadas mais altas da
>pilha, embora a tônica aqui tenha sido mais a infra-estrutura. São eles:
>
>1. Definição de atributos e classes de objetos específicos do ambiente
>brasileiro para diretórios X.500. Motivação: o uso de LDAP está crescendo
>no meio corporativo e diretórios estão sendo cada vez mais usados para
>conter dados cadastrais. Para incluir dados específicos do Brasil (número
>do C.N.P.J., por exemplo), cada um tem criado atributos, sintaxes e
>objetos conforme lhe dá na veneta, o que vai trazer um bocado de dor de
>cabeça quando esses vários diretórios tiverem que interoperar (através
>de referral).
>
>2. Recomendações para provedores de acesso e serviços para a contenção
>da praga do SPAM. Além de encher o saco, SPAM tem se tornado um verdadeiro
>ataque de negação de serviço ao entupir discos e filas e consumir banda
>com lixo. Com serviços de acesso de banda larga a praga tem aumentado 
>muito e, em parte, por falta de medidas profiláticas dos provedores.
>O speedy da Telefônica, por exemplo, é um notório ninho de spammers.
>Há, porém, medidas relativamente simples para impedir ou limitar a
>produção de waste-mail. Acredito que caberia ao GTER discutir essas 
>medidas, sua eficácia e produzir uma recomendação para os provedores.
>Algumas medidas em que acredito: policy routing para forçar o tráfego
>de e-mail a passar por pontos de controle, tarifação do tráfego 'upstream',
>limitação de banda por tipo de serviço, manutenção de listas negras,
>listas de dial-ups/adsl's, listas de relays abertos, entre outros.
>
>3. Acessibilidade na Web. É um assunto que tem sido discutido bastante
>no W3C e correntemente até na ABNT. Grande parte dos sites na Web .*.br
>não segue as recomendações de acessibilidade, muitas vezes por pura e
>simples ignorância dos programadores. Além de um esforço de 'make religion'
>nesse sentido, acredito que o GTER é um forum adequado para discutir este
>assunto e produzir recomendações que poderiam vir a ser abraçadas pela 
>ABNT mais tarde.
>
>Danton.
>
>--
>GTER list    http://eng.registro.br/mailman/listinfo/gter


--
Marcus Grando
(marcus at big dot univali dot br)




More information about the gter mailing list