[MASOCH-L] PROBLEMAS - E-MAIL LOCAWEB

Leandro leandro at allchemistry.com.br
Thu May 3 08:30:39 -03 2018


Pessoal. Tive uma experiência recente que talvez possa contribuir com a 
discussão.

Um dos meus clientes, que administra vários domínios, relatou que alguns 
usuários dele, por alto volume de denuncias, acabaram induzindo o filtro 
anti-spam dele a bloquear um serviço de conteúdo legitimo, igual a este 
da matéria. Quando ele foi investigar o caso, descobriu que os usuários 
não usaram o link de opt-out do fornecedor do conteúdo, mas sim que 
todos eles usaram o botão "é spam". Descobriu também que todos estes 
usuários foram incluídos na lista de mail marketing por processo 
legitimo de opt-in, ou seja, no inicio estes usuários realmente queriam 
receber tal conteúdo.

Intrigado pelo caso, meu cliente decidiu fazer uma investigação mais 
ampla e descobriu que essa prática é extremamente comum. Resumindo, os 
usuários estão cagando para os links de opt-out do remetente. Para eles, 
clicar em "é spam" é o jeito mais confiável que encontraram de pararem 
de receber os conteúdos daquela empresa, mesmo que incluídos por double 
opt-in. Na visão dos usuários, o botão "é spam" é equivalente ao nosso 
opt-out, ou seja, quando o usuário clica em "é spam", ele quer dizer que 
não quer mais receber aquele conteúdo.

Obviamente que estes usuários estão errados em agir desta forma, mas 
fazer o que em relação a isso? Colocar uma arma na cabeça do usuário e 
forçar ele a usar o otp-out? Percebam que quem está errando nessa 
historia toda somos nós, os desenvolvedores.  Existe um conceito em IHC 
que prega que o sistema deve sempre se adaptar ao usuário e nunca o 
contrário. Isso significa que, se o usuário entende que "é spam" 
significa opt-out, então chegamos num ponto onde devemos começar a 
discutir meios para que os nossos sistemas se comportem como tal. Por 
exemplo, quando o usuário clicar em "é spam", o sistema de e-mail dele 
poderia acionar o link opt-out automaticamente. Devem existir outras 
formas de resolver isso. Sei lá.

Não estou dizendo que a empresa da matéria tem usuários que não querem 
receber mais tal conteúdo, e que estão acionando o botão "é spam" da 
Locaweb. Mas isso é uma possibilidade sim, visto esta experiência que 
meu cliente teve recentemente. Acho que o jeito mais fácil de 
descobrirmos isso é por meio de um recadastramento por opt-in.

Leandro Carlos Rodrigues
TI All Chemistry do Brasil
(11) 3014-7190

Em 02/05/2018 15:48, Adriano Garcia escreveu:
> Fernando,
>
> Primeiramente, não há whitelist. Os e-mails são devolvidos como bounced.
>
> Em segundo lugar, um filtro de conteúdo pode ter quaisquer critérios,
> decididos por quem os estabelece. Quando estes critérios vão a detalhes
> sobre quantas são e quais são as imagens e sobre o que pode ou não figurar
> no conteúdo ou assunto, sim, interfere no trabalho de edição de quem
> desenvolve o conteúdo. Não é prerrogativa do data center chegar a estes
> detalhes sob o pretexto de um "bem maior". Google, Microsoft e outros têm
> (muito) bons filtros sem esta interferência.
>
> Finalmente, se o cliente optou por receber aquele conteúdo (e nós usamos
> rigorosamente o double-opt-in) ele tem o direito de recebê-lo, pois está
> pagando pelo serviço ao data center.
>
> Atenciosamente,
>
> Adriano Garcia
>
>
> Em 2 de maio de 2018 15:42, Fernando Frediani <fhfrediani at gmail.com>
> escreveu:
>
>> Nesse caso, pelo que entendi da notícia eles estão marcando como Spam
>> emails com o tal Boletim de Notícias, o que, dado esse tipo de operação é
>> bastante compreensível, mesmo que o usuário tenha optado por receber
>> aqueles emails.
>>
>> Quem já montou um cluster de filtro de emails sabe como é difícil e
>> trabalhoso conseguir filtrar bem emails legítimos e manter uma taxa baixa
>> de falsos positivos, então as vezes isso pode acontecer.
>>
>> Porém como diz lá também o normal é que essa mensagens bloqueadas estejam
>> disponíveis por algum tempo para os clientes selecionarem/liberarem e em
>> alguns casos adicionarem a uma white-list ou marcaram como Ham, ai
>> realmente dificulta.
>>
>> A reportagem diz que a empresa "bloqueia a entrega de emails a seus
>> clientes baseada na análise de seu conteúdo". É isso mesmo, é assim que um
>> filtro anti-spam funciona. E de novo, o importante é disponibilizar para o
>> usuário uma pasta com os emails bloqueados/filtrados escolher.
>>
>> E chamar de censura é dar uma forçadinha na amizade vai.
>> No caso em questão acho que ambas as empresas precisam melhorar alguns
>> aspectos: a que reclama entender como funciona um filtro de spam e a que
>> provê o email disponibilizar para os usuários a lista de emails filtrados,
>> caso isso realmente não esteja sendo feito.
>>
>> Fernando
>>
>>
>>
>> On 02/05/2018 14:51, Adriano Garcia wrote:
>>
>>> Boa tarde,
>>>
>>> Para aqueles que estão com problemas no envio de e-mail para
>>> Locaweb/Globo.com, fizemos uma matéria hoje a respeito.
>>>
>>> http://www.pecuaria.com.br/info.php?ver=22493
>>>
>>> Atenciosamente,
>>>
>>> Adriano Garcia
>>> __
>>> masoch-l list
>>> https://eng.registro.br/mailman/listinfo/masoch-l
>>>
>> __
>> masoch-l list
>> https://eng.registro.br/mailman/listinfo/masoch-l
>>
> __
> masoch-l list
> https://eng.registro.br/mailman/listinfo/masoch-l



More information about the masoch-l mailing list