[GTER] Link aggregation com PBR ou VRF em FreeBSD 10

Rafael Possamai rafael at gav.ufsc.br
Tue Mar 18 00:42:33 BRT 2014


Marcelo,

Acho que não, pois o downlink para a LAN tem IP 192.168.0.1, mas posso
perguntar. O gateway do bloco fica no modem, e ele não tem muitas opções. O
que da pra fazer eh mudar o tipo de roteamento, com ou sem NAT, ou em modo
ponte com IP dinâmico ou estatico, porem não os dois juntos. Isso descobri
depois de um bom tempo no telefone com o ISP.

Grato,
Rafael



2014-03-17 20:33 GMT-05:00 Marcelo Gondim <gondim em bsdinfo.com.br>:

> Em 17/03/14 20:57, Rafael Possamai escreveu:
>
>  Marcelo,
>>
>> Seria correto utilizar NAT no bloco /29 do link empresarial? O bloco eh
>> publico. Sobre o roteamento, neste caso imagino que seria IGP, pois são
>> rotas internas, ai pensei em usar RIP, porem o FreeBSD eh um roteador
>> standalone, atras dele só tem um switch com clientes, e na frente o
>> proximo
>> salto eh pro ISP (os modens estao em ponte com as placas WAN). Mas mesmo
>> assim, RIP com somente um roteador na rede não faz sentido pra mim neste
>> momento.
>>
>> Grato novamente,
>> Rafael
>>
> Não serial legal usar NAT realmente. No ISP você não consegue colocar uma
> rota estática desse bloco /29 jogando para a interface correta?
>
>
>
>>
>>
>>
>> 2014-03-17 17:12 GMT-05:00 Marcelo Gondim <gondim em bsdinfo.com.br>:
>>
>>  Em 17/03/14 18:28, Rafael Possamai escreveu:
>>>
>>>   Fazia um bom tempo que estava atras disto, grato pelas respostas!
>>>
>>>> Como tenho dois downlinks para lan (igb2 e igb3), haveria algo a fazer
>>>> para
>>>> corrigir os pacotes que voltam?
>>>>
>>>> O ideal seria que se o pacote saiu pelo gateway 1 por exemplo, voltasse
>>>> para a rede local pela lan 1, e se saiu pelo gateway 2, voltasse pela
>>>> lan
>>>> 2. Ai eu estaria utilizando os downlinks pro switch de forma eficiente,
>>>> fazendo com que cada rede local tenha o seu link gigabit dedicado.
>>>>
>>>>  Aí o retorno vai depender.  :)  NAT seria o jeito mais simples mas
>>> todos
>>> os blocos sairiam com o IP daquela interface.
>>>
>>> Nesse caso sem o NAT teria que ver no próximo router de especificar rotas
>>> estáticas de retorno para um IP ou bloco. Fora isso tudo aí acredito que
>>>>>> trabalhando com um BGP da vida. :)
>>>
>>>
>>>
>>>  Grato,
>>>> Rafael
>>>>
>>>>
>>>>
>>>> 2014-03-17 15:36 GMT-05:00 Marcelo Gondim <gondim em bsdinfo.com.br>:
>>>>
>>>>   Opa Rafael,
>>>>
>>>>> Em 17/03/14 15:52, Rafael Possamai escreveu:
>>>>>
>>>>>   Boa tarde,
>>>>>
>>>>>> Estou roteando duas subnets locais /24 por dois uplinks docsis, alem
>>>>>> de
>>>>>> um
>>>>>> bloco /29 estático provisionado pelo ISP no link empresarial.
>>>>>>
>>>>>> Todo trafego normal passa por NAT e sai pelo default gateway que seria
>>>>>> um
>>>>>> link residencial comum, com IP via dhcp. Todo trafego do bloco /29
>>>>>> sairia
>>>>>> pelo link empresarial.
>>>>>>
>>>>>> Cada subnet tem seu uplink pro roteador em uma interface GigE
>>>>>> separada,
>>>>>> e
>>>>>> junto com os dois uplinks pra WAN, a box tem quatro NICs. A
>>>>>> distribuição
>>>>>> na
>>>>>> segunda camada eh feita por um Cisco SG200-26.
>>>>>>
>>>>>> Nessa solucao estou utilizando o FreebSD que sozinho ja faz muita
>>>>>> coisa,
>>>>>> alem de seu ipfw para NAT e firewall.
>>>>>>
>>>>>> Meu problema esta em utilizar PBR/VRF para fazer com que o trafego
>>>>>> saindo
>>>>>> da rede /29 use o uplink correto (empresarial) em vez de o default
>>>>>> gateway
>>>>>> (residencial), e também que volte para o cliente por uma rota
>>>>>> adequada.
>>>>>>
>>>>>> Aqui vai uns dados extraídos do roteador:
>>>>>> http://pastebin.com/qxDtYerh
>>>>>>
>>>>>> Alguém teria experiencia com este tipo de configuração? Estive
>>>>>> procurando
>>>>>> bastante sobre ipfw e tudo mais, mas a quantidade de exemplos eh pouca
>>>>>> e a
>>>>>> maioria eh feita em configurações um pouco mais simples, como 2 NICs
>>>>>> somente, sem necessidade de LB.
>>>>>>
>>>>>> Grato desde já,
>>>>>>
>>>>>> Rafael
>>>>>> --
>>>>>> gter list    https://eng.registro.br/mailman/listinfo/gter
>>>>>>
>>>>>>    Tenho um cliente aqui que tem 2 links, um com a Embratel e outro
>>>>>> com a
>>>>>>
>>>>>>  GVT. Nas regras dele tenho algo assim:
>>>>>
>>>>> # Rede GVT
>>>>> ipfw add setfib 1 ip from "table(97)" to any via em2
>>>>> ipfw add setfib 1 ip from any to any via em0
>>>>>
>>>>> # Rede Embratel
>>>>> ipfw add setfib 2 ip from any to any via em1
>>>>> ipfw add setfib 2 ip from "table(98)" to any via em2
>>>>>
>>>>> No caso acima o servidor tem 3 interfaces de rede sendo a em0 com a
>>>>> GVT e
>>>>> a em1 com a Embratel.
>>>>> O setfib 1 possui gateway saindo pela GVT e o setfib 2 possui gateway
>>>>> saindo pela Embratel. Quando eu jogo um IP para a table 97, ele sai
>>>>> pela
>>>>> GVT e quando eu jogo um IP na table 98, o acesso sai pela Embratel.
>>>>>
>>>>> Para ter 2 FIBs você precisa compilar seu kernel com:
>>>>>
>>>>> options         ROUTETABLES=2
>>>>>
>>>>> Você pode setar inclusive serviços para rodarem em fibs diferentes
>>>>> fazendo
>>>>> por exemplo:
>>>>>
>>>>> /usr/sbin/setfib 1 /usr/sbin/sshd -f /etc/ssh/sshd_config_fib1
>>>>> /usr/sbin/setfib 2 /usr/sbin/sshd -f /etc/ssh/sshd_config_fib2
>>>>>
>>>>> Fazendo as rotas default:
>>>>>
>>>>> /usr/sbin/setfib 1 route add default 177.xxx.xxx.185
>>>>> /usr/sbin/setfib 2 route add default 200.xxx.xxx.129
>>>>>
>>>>> Bem, vê se é isso que você tá precisando.  :)
>>>>>
>>>>> []'s
>>>>> Gondim
>>>>>
>>>>
> --
> gter list    https://eng.registro.br/mailman/listinfo/gter
>


More information about the gter mailing list