[GTER] Fw: Informativo Embratel - Implantados Novos Circuitos na Rede IP Internacional

Tukso Antartiko tukso.antartiko em gmail.com
Quinta Maio 15 20:48:35 BRT 2008


Não tem nada demais a Embratel comprar da Global Crossing, não me parece que
as duas disputam o mesmo mercado.

No entanto a Embratel tem sua parcela de culpa em ter que comprar mais link
internacional. Se a política de peering dela fosse melhor/mais barata, os
custos de hospedagem no Brasil seriam mais competitivos e não haveria tanta
gente hospedando site no exterior.

2008/5/15 Rubens Kuhl Jr. <rubensk em gmail.com>:

> > Não faria sentido ampliar Miami sem ter tubo suficiente para chegar do
> > Brasil até lá, mas faz um tempo que aprendi a questionar TUDO e nunca
> > assumir que o bom senso impera :-)
>
> Esse questionamento é muito válido, pois o cabo submarino em que a
> Embratel é sócia, o Americas-II, está lotado desde pouco tempo depois
> de sua ativação há vários anos atrás... hoje só há capacidade
> significativa de cabo disponível no SAC (Global Crossing) e no Emergia
> (Telefónica International), que tem corrido para iluminar mais lambdas
> ou fibras e acompanhar a demanda... a Embratel vai ter que comprar ou
> capacidade de cabo (para chegar em Miami e/ou Texas) ou trânsito
> internacional no Brasil de alguma dessas duas operadoras. Ou, correndo
> por fora, o Globenet (agora da BrOi).
>
>
> Rubens
> --
> gter list    https://eng.registro.br/mailman/listinfo/gter
>



More information about the gter mailing list