RFC, RIB, REI, ?? (RE: [GTER] NAP Carrier Neutral)

Andre-Gustavo Albuquerque gustavoa em nortelnetworks.com
Sábado Abril 13 18:34:00 BRT 2002


  Pessoal,

  Acho que a discussão de como serão chamados os documentos é secundária
(por mim adiciona-se o .br à cada sigla já difundida e elimina-se a
necessidade de incluir mais sopas de letrinhas ao dicionário).
  A estrutura formada para gerenciar as documentações tb é importante.
  Muitos aqui sabem, mas para os que não sabem, há toda um processo criado
para que um documento inicial se torne RFC (péssimo nome, ao meu ver, já que
o draft é o "Request for comments" de fato).
  Lembrem-se que, de um draft, derivam-se BCP, FYI e STD. Iremos criar
estrutura igual aqui? Não é mais prático simplesmente publicar recomendações
sem amarras de formato? (ter que publicar em ASCII como é feito atualmente
na IETF limita muito a didática da exposição de idéias) E sem neologismos
tupiniquins?
  

> -----Original Message-----
> From: adailton em icomnet.com.br [mailto:adailton em icomnet.com.br]
> Sent: Saturday, April 13, 2002 01:15
> To: gter em eng.registro.br
> Subject: RFC, RIB, REI, ?? (RE: [GTER] NAP Carrier Neutral)
> 
> 
> Seria sim, claro. Vai se uma das primeiras...
> 
> A proposta da formatação da RFC tá saindo. A propósito, há mais duas 
> sugestões: RIB (Recomendação da Internet Brasil) ou ainda REI 
> (Recomendação de 
> Engenharia Internet). 
> 
> Particularmente, pra mim RIB soa melhor. Assim, temos três sugestões:
> 
> RFC - Recomendação Feita com Carinho;
> RIB - Recomendação da Internet Brasil;
> REI - Recomendação de Engenharia Internet.
> ???
> 
> Joguem suas fichas...
> 
> Adailton
> 
> 
> Cópia Reinaldo Penno <reinaldo_penno em nortelnetworks.com>:
> > Sobre o uma taxonomia de PTTs...
> > 
> > Eu acho (nao, tenho certeza) que um documento em ingles com
> > terminologia/taxonomia sobre PTTs seria facilmente uma RFC. 
> > 
> > abracos,
> > 
> > Reinaldo
> > 
> > >-----Original Message-----
> > >From: Leandro Bertholdo [mailto:berthold em penta.ufrgs.br]
> > >Sent: Thursday, April 11, 2002 11:40 AM
> > >To: gter em eng.registro.br
> > >Subject: Re: [GTER] NAP Carrier Neutral
> > >
> > >
> > >Oi Demi,
> > >
> > >>meta. Certamente concordo que não há muito espaço para inciativas
> > >>heróicas...
> > >
> > >
> > >Humm...
> > >Acho que muitas vezes a questao nao eh heroismo, mas sim 
> necessidade
> > >e bom senso. Por exemplo, aqui no Rio Grande do Sul a 
> > >distancia geodeseica
> > >entre o CPD da UFRGS (onde hoje esta o PTT) e provedores 
> de informacoes
> > >como Terra, ClickRBS e Procergs (sendo os dois ultimos 
> "peso pena" -
> > >nas palavras do Manta :-)  nao passa de 5Km. No entanto, a 
> > >acessibilidade
> > >estadual depende da conectividade e custo de interligacao 
> a Sao Paulo.
> > >
> > >O custo torna o PTT uma boa ideia (nao heroica). É 
> matematica. Basta
> > >considerar uma matriz de trafego (regional x nacional) - essa mesma
> > >matriz, que ai em Sao Paulo faz pouco sentido.
> > >
> > >Por aqui os "peso pena" juntos tem uma representacao bem 
> > >significativa no
> > >trafego total. Embora alguns ainda nao tenham se dado conta, 
> > >ou seja, não
> > >fizeram o dever de casa instalando um netflow e analisando o 
> > >trafego....
> > >
> > >Acredito firmemente que esse mesmo argumento sirva para duas outras
> > >cidades como Rio de Janeiro e Belo Horizonte. É so as 
> instituicoes com
> > >representabilidade em cada cidade tentarem se organizar. A 
> viabilidade
> > >economica é totalmente mensuravel (custo/Mb_SP X 
> custo/Mb_regional),
> > >embora a decisao seja politica/estrategica.
> > >
> > >
> > >Atenciosamente
> > >Leandro Marcio Bertholdo



More information about the gter mailing list