[GTER] assuntos para o GTER

Adriano Mauro Cansian adriano em unesp.br
Terça Abril 2 12:14:00 BRT 2002


At 10:03 2/4/2002 -0300, Marcus Grando wrote:

>Estava sim na terra quando isso aconteceu, achei o cumulo, mas isso nos 
>prova que tem que ser uma coisa bem feita.
>
>Se tiver amparo legal tem porque funcionar sim, mas se vier um juiz e 
>mandar desligar o servidor, pois esta ferindo o provedor ao colocar ele na 
>lista, nao vai funcionar nunca. Isso eh o caso onde varias outras lista 
>negras estao fechando.
>
>Alguem conhece algum amparo legal para tal feito?

Se a lista for privativa, resultado de um consórcio de cooperação entre 
entidades, que trocam a lista entre si e adotam práticas comuns, não existe 
nenhum problema. A UNESP possui uma black list privativa há tempos.

Mas a minha experiência é a seguinte: blacklist não funciona, porque não se 
consegue mais filtrar o que é spam do que não é, de forma que acaba-se 
bloqueando tráfego legítimo.

Na minha opnião, a saída é um esquema como do spamcop (www.spamcop.net), 
que é baseado numa junção de black-list com análise de headers, com uma boa 
inteligência. Eu uso o spamcop há 2 anos e realmente o sistema é bom, 
porque foca na tecnologia e não nas listas.

Os analistas de redes da UNESP tem trabalhado num sistema semelhante ao 
SPAMCOP. Nossa vontade era fazer isso e colocar o sistema em GPL. 
Entretanto a tarefa não é fácil. Na época eu cheguei a procurar grupos 
competentes, interessados em colaborar, mas ninguém quis saber. Nós 
continuamos trabalhando nisso, mas ainda sem previsão de um resultado a 
curto prazo.

Adriano


----
Adriano Mauro Cansian 		<adriano em unesp.br>
C.I.O.  UNESP - Universidade Estadual Paulista
"If you're looking for the truth, read the source."
----
-------------- Próxima Parte ----------

---
Outgoing mail is certified Virus Free.
Checked by AVG anti-virus system (http://www.grisoft.com).
Version: 6.0.342 / Virus Database: 189 - Release Date: 14/3/2002


More information about the gter mailing list