[GTER] assuntos para o GTER

Marcus Grando marcus em big.univali.br
Terça Abril 2 10:13:01 BRT 2002


At 09:40 02/04/2002 -0300, you wrote:

>> 
>>         Sobre o item 2.
>> 
>>         Uma ideia era criar uma lista negra brasileira.
>>         Onde pelo menos os maiores provedores brasileiros estariam empenhados em manter essa lista, pois sem esses nao teria o porque de existir essa lista.
>>         Se pelo menos eles estivessem empenhados em colocar os IPs "dial-up / DSL" diminuiria razoavelmente o numero de SPAM.
>
>creio que essa é uma das idéias, mas há várias outras estratégias. eu
>gostaria de ver uma tabela de estratégias, com prós, contras, referências
>e receitas de bolo de como aplicar.

Como fica o amparo legal em ambos os tipos de restricao, se fosse feita uma lista negra, nao acabaria do mesmo modo que as outras?


>> 
>>         Sobre o item 3.
>> 
>>         Isso nao seria por causa do grande IE? Que acho que ele tem por padrao o que ele quer.
>
>acho que não é por causa do IE. O Netscape também tem suas besteiras. 
>O problema, no meu ver, é mais de natureza cultural. A maioria dos 'web
>designers' ainda não compreendeu bem a linguagem da Web e tem feito dela
>imitações baratas de papel impresso ou de multimídia em CDROM. Entendem a 
>Web como essencialmente visual, quando realmente o conceito de 'browser'
>é muito mais abstrato. Se preocupam muito com forma e efeitos - haja flash! -
>do que conteúdo. bem, pode ser um sintoma de falta de conteúdo...
>
>a grande quantidade de páginas que não são acessíveis tem mais a ver com
>treinamento inadequado dos programadores, mau uso de ferramentas como o
>dreamweaver, desconhecimento de normas técnicas (recomendações do W3C e 
>IETF), desconhecimento de conceitos como o de 'projeto universal', falta
>de consciência sobre os problemas de pessoas com limitações diversas.
>Não creio que a culpa seja do IE ou outro browser qualquer, afinal, pá-
>ginas bem feitas funcionam em qualquer browser, inclusive no IE.
>
>Para os deficientes a Internet e a Web podem ser tanto um instrumento de
>libertação quando podem aprofundar ainda mais a exclusão que essas pessoas
>sofrem. Se quisermos apoiar a primeira hipótese podemos - e devemos - 
>influir em seu favor em nossa área de atuação. Se nosso negócio é engenharia
>de redes, vamos propor a adoção de normas técnicas apropriadas e instrumen-
>tos de aferição. quem sabe, com tais instrumentos, o iBest não venha a
>promover um prêmio de página acessível?

Isso eh totalmente porque existe o padrao "FrontPage" e o padrao "DreamWeaver", pois qualquer um abre uma coisa dessas e faz uma pagina achando que sabe fazer lah grandes coisa, na hora de testar se preocupa apenas em testar no IE, isso quando nao usa os recursos que soh existem no IE.

E as vezes podem ate ser em grandes provedores, Ex: UOL (O javascript deles esta com problema de programacao, onde o IE corrige isso automaticamente, mas nao eh o padrao).

Abracos

--
Marcus Grando
(marcus at big dot univali dot br)




More information about the gter mailing list