[GTER] Problemas com MTU e enlaces Metro

Marcio de Freitas Minicz minicz em uol.com.br
Sábado Maio 24 10:58:15 BRT 2008


Raniery,

Em uma primeira análise creio que não seja possível afirmar que o MTU vá 
interferir tanto no desempenho de sua conexão. Como contra-exemplo 
lembro que muitas redes locais utilizam conexão IEEE 802.3 com 1 Gbps.

Quanto ao MTU é importante lembrar que é a definição que qual o tamanho 
máximo de informação que um protocolo pode levar, descontados os seus 
próprios cabeçalhos. Basicamente nos livros encontramos que o MTU do 
IEEE 802.3 é de (no máximo) 1500 bytes. Se somarmos os seu cabeçalho 
obtemos um quadro de 1518 bytes. (Aqui não estou considerando o quadro 
jumbo.)

Um detalhe que normalmente os livros não trazem é que o MTU só chega a 
esse valor se o formato do quadro for o do padrão Ethernet 2 ou DIX 
(DEC, Intel e Xerox). O Padrão IEEE 802.3 prevê a possibilidade de usar 
a sub-camada de camada 2 Link Layer Control (LLC), normalmente chamado 
de quadro IEEE 802.3 com LLC. Nesse caso o MTU reduz de 3 ou 4 bytes, 
pois existe um campo de controle que pode ser de 1 ou 2 bytes de 
comprimento.

Além disso o padrão IEEE 802.2 prevê o uso de outro sub-camada de camada 
2 chamada SubNetwork Access Procotol (SNAP). Pode-se dizer que essa 
sub-camada é uma maneira de compatibilizar o IEEE 802.3 com LLC e o 
Ethernet 2. Essa sub-camada acrescenta 2 campos: o ethertype (do 
Ethernet 2) e a identificação do fabricante da interface de origem (os 3 
bytes mais significativos do MAC de origem). Normalmente é chamado de 
quadro IEEE 802.3 com LLC/SNAP. Ele impões também que o campo de 
controle do LLC seja de apenas 1 byte. Nesse caso o MTU reduz de 8 
bytes, totalizando 1492 bytes.

A minha sugestão é que seja feita uma verificação nos dois lados para 
ver qual o padrão que está habilitado. Outro colega da lista lembrou da 
possibilidade de uso de MPLS, o que também altera o  valor do MTU.

Não sei se acontece ainda, mas alguns anos atrás vi roteadores Juniper 
(JUNOS) que traziam habilitados por padrão o IEEE 802.3 com LLC sempre 
que se utilizava um protocolo da ISO (por exemplo IS-IS).

Desculpe pelo longo e-mail.

[]'s


Márcio Minicz.

Raniery Pontes escreveu:
> Olá pessoal, queria um help de vocês pra quem já utiliza enlaces metro.
>
> Estamos conectando um evento nosso utilizando um enlace metro de 1Gbps.
> Esse enlace liga um hotel a um PoP nosso, de onde damos trânsito internet.
>
> Ocorre que nos testes que fiz, não consigo gerar pacotes de mais de 1492
> bytes entre as duas pontas do enlace (teste com ping, DF setado). Creio
> que por conta disso, o acesso à páginas web no hotel está ruim, com
> algumas páginas não carregando ou carregando muito lento.
>
> Gostaria de saber se alguém que usa ou provê enlaces metro, o faz com
> MTU "normal", ou seja, com 1500 bytes pelo menos. Creio que é necessário
> que os switches da operadora operem com jumbo frames, pra evitar esse
> problema que estou encontrando.
>
>
> abraços
>
>
>   




More information about the gter mailing list