[GTER] traducao reversa dos IPs do Speedy Business

Hermann Wecke hermann em rodeios.com
Segunda Novembro 4 19:33:00 BRST 2002


On 4 Nov 2002, Flavio Elizalde wrote:

> Name:    200-206-184-178.pfaudler.com.br
> Address:  200.206.184.178
>
> Eles estao traduzindo o IP do cliente para um hostname do dominio do
> cliente (no ex. acima o cliente possui o dominio pfaudler.com.br
> hospedado em nosso provedor)

Há umas duas semanas eu fui informado dessa mudança, mas seria um reverso
"a escolha do cliente via interface web" (portanto o usuário poderia
escolher "nao-sou-spammer.mas-estou-na.telesp.net.br" por exemplo)

Pelo visto mudaram o método e, claro, dane-se...

> Como nao poderia deixar de ser, a Telefonica tomou esta atitude sem
> comunicar os provedores.

É engraçado como os provedores no esquema speedy são amados e odiados...
São odiados pelos usuários, que acham que estão pagando para os
flanelinhas da internet. São amados pela Telefônica, que recebe comissão
de cada cliente nos pseudos-provedores. Mas como toda relação de
parasitismo, a Telesp só suga de ambos os lados, e dá puntapés em todos.

> Assim, a traducao direta dos hostnames nao ficou compativel com a
> reversa e isso gerou muitos problemas nos SMTP servers. Agora estamos
> descobrindo (um a um, pois a Telefonica se recusa a passar uma lista dos
> hostnames associados aos IPs) e configurando as traducoes diretas.

A Telesp veio para assumir o lugar da incompetência crônica daquela
empresa estatal de telecomunicações... Ainda não explicaram que um IP tem
que ter reverso, que o reverso deve resolver em um direto e, finalmente,
o direto deve ser igual ao IP de origem.

Enquanto isso o bloqueio do bloco /9 continua, sem que NADA tenha sido
feito até hoje...




More information about the gter mailing list