[GTER] Protestos sobre rede ADSL

edmilson em listasoesp.com.br edmilson em listasoesp.com.br
Quarta Abril 10 14:37:00 BRT 2002


Rubens,

Valeu pela dica.

A todos , desculpe pela mensagem...


Grato,

Edmilson




"Rubens Kuhl Jr." <rubens em email.com> on 10/04/2002 14:27:11

Please respond to gter em eng.registro.br

To:   gter em eng.registro.br
cc:    (bcc: Edmilson N. Santos/Tecnologia/SP/OESP Mídia s.a.)

Subject:  RE: [GTER] Protestos sobre rede ADSL




Edmilson,

Isso é um hoax... Há várias afirmações estapafúrdias, e como todo hoax é
assinado por alguém de uma instituição supostamente confiável.


Rubens Kühl Jr.


-----Original Message-----
From: gter-admin em eng.registro.br [mailto:gter-admin em eng.registro.br] On
Behalf Of edmilson em listasoesp.com.br
Sent: Wednesday, April 10, 2002 11:40 AM
To: gter em eng.registro.br
Subject: [GTER] Protestos sobre rede ADSL




Caros,

Recebi esta mensagem a respeito de capacidade de banda das redes
telefônicas atuais e achei interessante passar para vosso crivo...

Grato,

Edmilson

O Golpe

Date: Tue, 2 Apr 2002 13:04:58 -0300
Subject: O Golpe
>Um acordo falso entre as grandes provedoras de Internet e as cia's de
>telecomunicações, como Telefônica em SP, Telecom no Sul, Telemar no RJ,

>entre outras, frauda totalmente os Direitos do Consumidor,
>principalmente>
no que se trata de ACESSO DE ALTA VELOCIDADE, como ADSL (speedy), Mult
>Link, LP's, entre outros.
>
>Está provado que através de uma linha telefônica comum podem ser feitas

>conexões de até 512 kpbs, onde hoje as provedoras permitem no máximo
>uma conexão de 56.6 kbps, quando chegam neste ponto.
>
>Fora do Brasil não existe mais conexão discada. A América Online, por
>exemplo, trouxe todos os seus equipamentos antigos, que já se
>encontravam obsoletos no mercado americano, para cá, e mais uma vez o
>brasileiro usa o lixo do primeiro mundo, achando que é tecnologia de
>ponta.
>
>A diferença é apenas que os modems que fazem esse tipo de conexão são
>diferentes, externos como os das conexões ADSL, mas utilizam a linha
>telefônica comum e se conectam à 512 kpbs (para transmissão e recepção
>de dados, melhor que os atuais ADSL do mercado, que transmitem com a
>metade da velocidade que recepcionam). Um modem desses, já fabricados
>para efeitos de testes por empresas como a 3Com, Lucent, Motorola e
>Genius, custariam no>
mercado algo em torno de 150 reais.
>
>Ou seja, você precisaria apenas de adquirir o modem, gastando uma só
>vez uma quantia razoável, e ter uma assinatura de acesso discado com
>qualquer provedora de renome que deveria oferecer esses serviços.
>
>Mas ao invés disso, o consumidor brasileiro é enganado e paga só de>
instalação mais de 200 reais, não tem posse dos equipamentos, que são
>alugados e você paga por mês, além da mensalidade ser altíssima. E na
>maioria das vezes cobradas pelas empresas de telecomunicações e
>provedoras simultâneamente, o que também é outra operação nitidamente
>ilegal perante o código do consumidor. O sistema já é ilegal por sí só,

>sendo que eles oferecem tecnologia obsoleta como se fosse de ponta. E
>dentro do próprio>
sistema, eles ainda colocam mais ilegalidades, como estas, de obrigar a
>comprar um serviço para poder utilizar outro.
>
>As provedoras de internet e empresas de telecomunicações não colocam
>esses serviços que são simples e eficientes à disposição dos clientes
>só porque seus lucros seriam bem menores, uma vez que o equipamento
>poderia ser comprado até no viaduto Santa Efigênia em São Paulo, como
>hoje em dia você compra um modem qualquer ou uma placa de rede, além do

>fato que a mensalidade seria acessível como uma conexão discada comum
>que existe hoje em dia, por causa da concorrência. Talvez até mesmo
>provedoras gratuitas poderiam fornecer tal acesso, de tão simples,
>eficiente e funcional que é o sistema.
>
>A ignorância do povo faz mais uma vez o regime capitalista vingar, onde

>os poderosos ficam cada vez mais ricos e você fica cada vez mais
>lesado.
>
>Mas essa situação pode facilmente ser revertida, basta você enviar esta

>mensagem para o maior número de pessoas de sua lista, e também, para os

>órgãos competentes, pois somente assim as provedoras e empresas de
>telecomunicações vão perceber que não conseguirão mais enganar os
>internautas com toda essa fraude e ladainha de conexão RÁPIDA.
>

# Não considerar esta parte senão vai virar SPAM
#(((((Espalhe essa mensagem em nome dos seus Direitos e pela dignidade
dos
#Internautas.))))))
>
>Atenciosamente,
>
>Reynaldo Andersen K. Pellegrini
>Engenheiro ITA - Novas tecnologias
>Revista Consultor Jurídico


--
GTER list    http://eng.registro.br/mailman/listinfo/gter

--
GTER list    http://eng.registro.br/mailman/listinfo/gter









More information about the gter mailing list