[GTER] As propostas sobre a mesa

Danton Nunes danton em inexo.com.br
Terça Abril 9 14:20:01 BRT 2002


> O que queremos que o GTER seja (ou o foco):
> 
> Uma NANOG

acho que não, embora uma NANOG-like faça falta no Brasil.

> Um evento expositivo como eh hoje (por mais que essa nao seja a intencao eh
> como esta hoje em dia)

sim e não. sim, porque há que se expor matérias em público, não porque só
expor não é suficiente. o caminho tem que ser de mão dupla. eu prefiro as
eventuais "pancadarias" que rolam às vezes no IETF do que o bom mocismo
e a timidez que vi ontem.

talvez seja o caso de criar pequenas forças tarefa para missões específicas.
por exemplo, combate ao spam, liderada pelo Herman; NAPs e PTTs, etc. Esses
grupos teriam por missão elaborar proposições de padrões, recomendações,
guia de melhores práticas, etc. Nas reuniões ao vivo e em cores as RFCs
(Recomendações Feitas com Carinho) elaboradas pelos grupos seriam debatidas
e aprovadas ou não por 'rough consensus'. O que implicasse em decisões po-
líticas seria então levado ao CG.

> Nao exista mais

nem fale nisso. há problemas de engenharia de redes em todas as camadas
que são específicos de nosso ambiente e para os quais temos que dar
saídas.

> *Criar um board to GTER

pode ser interessante, se não for criar burocracia. o board deveria ser
mais dinâmico que o IAB, afinal não estamos aprovando normas técnicas,
mas geralmente recomendações.

se adotarmos a idéia dos sub-grupos de trabalho uma das missões do board
seria zelar para que os grupos executem suas tarefas a tempo.

> *Cobrar entre R$100 e R$200 (excecao para pessoas envolvidas com o GTER,
> estudantes e desempregados)

nada contra. vender camisetas, cdroms e outras quinquilharias com a 
marca do GTER pode ser uma fonte complementar de recursos.

>   - Atualizacao do website
>   - tutoriais 
>   - Camisas

camisetas com logo do GTER poderiam ser vendidas nos eventos e depois via
web.

>   - Speakers
> *Ter em todas as reunioes tutoriais basicos (sugestao de algumas pessoas na
> reuniao)

sim, sim, e atrair gerentes de TI para esses tutoriais.

> *Definir publicamente o processo de selecao de palestras
> *Dar mais espaco para os vendors, carriers ou ISPs promoverem tutoriais
> (hands-on ou nao) - Sugestao da Riverstone

hummm. precisaria ter o cuidado se tais tutoriais não se transformam em 
marketing puro. acho que é difícil evitar que num tutorial feito por quem
vende um peixe não se defenda que aquele peixe é melhor que os demais 
peixes.

Danton



More information about the gter mailing list